Como se manter segura ao viajar sozinha

Viagem sozinha – Algumas dicas de segurança para as mulheres durante a viagem

Uma das maiores preocupações para quem viaja sozinha é a segurança. Será que ficarei segura viajando sozinha? Como eu posso garantir para minha família e amigos que estarei segura? A boa notícia é que sim, você estará segura viajando sozinha. É mais fácil que você imagina, porque você já tem muitas das “malícias” necessárias. Afinal você vive no Brasil e já aprendeu muito sobre como se manter segura por aqui, então, na sua viagem a ideia é a mesma.

A maioria dos viajantes em geral, têm medo ainda antes de partirem para a primeira aventura solo(no meu caso a 30ª vez). É fácil ficar nervosa antes de ir para algum lugar ou experiência nova. Existem vários fatores desconhecidos (“Irei fazer amigos?”, “Estarei segura?”) que passaram pela sua cabeça várias e várias vezes.

Mas tudo está apenas na sua cabeça. Sua mente está criando suposições terríveis que geralmente não acontecem com ninguém. Eu descobri que seguindo algumas simples regras, me sinto mais capaz de me manter (e a você também) segura enquanto viajo.

Confie nos seus instintos

Liberdade de viajar sozinhaO poder da intuição é muito forte. Se alguma coisa ou alguém tem uma vibe estranha, não tenha vergonha de sair andando ou dizer não. Se seus instintos estão lhe dizendo que tem algo errado, melhor confiar neles! Esse senso fica melhor com a prática, quanto mais viajar sozinha, melhor!

Algumas pessoas acharam que eu era maluca e até estúpida por pegar carona pela China, mas depois de alguns anos na estrada eu confiava nos meus instintos e sabia quando era a hora de usar o botão “ejetar”. Houveram situações, como numa noite em Roma, quando me ofereceram carona e eu rejeitei e já sai andando. É incrível como essa voz no fundo da nossa consciência pode nos ajudar a tomar as certas decisões.

Não tenha medo de dizer NÃO!

Não fique preocupada em desapontar alguém só porque terá que dizer um não quando sentir que algo está errado. A viagem sozinha é sua e de ninguém mais. Lembre-se, que vão opinar na viagem deles!

Sabe quando em bares ou hostels, alguém tem aquela ideia de continuar bebendo ou “só mais uma rodada de shot”. Ficar bêbada viajando sozinha é um grande problema, é realmente perigoso! Um não pode te fazer bem. 

Além de outros problemas que a bebida podem lhe trazer, como alguém colocar alguma droga na sua bebida. Lembre-se que você está sozinha e não tem ninguém para poder te ajudar. É difícil contar nos dedos o número de pessoas que já me contaram que foram roubadas em ruazinhas da Espanha ou na “segura” Berlim, porque ficaram muito bêbadas. É muito fácil de acontecer, porém é só pegar leve e seguir no seu ritmo. Deixe para beber tanto quando estiver de volta em casa.

Leve uma doleira ou uma carteira “falsa”

Para manter seus mais valiosos pertences em segurança, já ouvi viajantes sugerindo usar uma carteira “falsa”. Nela você levaria um pouco de dinheiro e itens inúteis para enganar o ladrão. Esconda seus verdadeiros pertences numa doleira, dentro do tênis ou algum outro local que lhe deixa confortável.

Outra ideia é ter algo que possa fazer barulho com você, pode ser um apito. Caso esteja perdida ou, até mesmo como uma conhecida minha usou, para espantar animais. Ela estava na Indonésia quando alguns macacos começaram a vir em sua direção e ela assobiou até eles saírem correndo.

Pegue dicas com os locais

Pergunte aos funcionários do hotel quais são os tipos de crimes que tem que ficar de olho aberto. Descubra não só sobre como se defender, mas também quais áreas evitar. Ninguém sabe isso melhor do que as pessoas que vivem por lá.

Quando eu estava em Ho Chi Minh City, no Vietnã, a funcionária do meu hostel me disse para ter cuidado com meu telefone e com os ladrões de bolsa. Com isso, quando eu saí a noite, apenas levei um pouco de dinheiro nos meus bolsos e deixei todo resto no hostel, incluindo minha chave que larguei na recepção.

Além disso, antes de visitar um país, procure um pouco sobre quais são os principais tipos de crimes praticados por lá.

Vista-se como manda o figurino

Vestida como localVista-se como os locais se vestem para misturar a eles. Quando você parece diferente, o risco aumenta e dificilmente irá evitar possíveis problemas. É uma triste realidade, mas ainda, nos dias de hoje, existem países onde mulheres não podem se vestir da maneira que preferem e precisam cobrir todo o corpo.

Tradicionalmente, em países Muçulmanos, por exemplo, vestir shorts e camisetas curtinhas não são recomendados. Ainda pior, podem ser entendidos como uma ofensa. É recomendado cobrir ombros, barriga e joelhos. Procure informações sobre onde está indo antes de preparar sua mala.

Pouca gente sabe, mas muitos países asiáticos tem religiões estritas e como na Indonésia e Malásia, uma forte comunidade Muçulmana. Infelizmente, muitas mulheres ainda continuam indo para Tailândia e fazendo topless, ou usam shorts super curtos ou andam de barriga de fora na Malásia ou Indonésia. Vamos respeitar a cultura, vestimentas e religiões dos locais.

Não ande sozinha a noite

Em alguns países é até tranquilo andar sozinha à noite, mas na maioria é um verdadeiro risco. Pode parecer óbvio para nós brasileiras, mas vejo muitas jovens por aí se arriscando sozinhas quando vão para uma festa. Sair em grupos ou chamar alguém para lhe fazer companhia é uma ótima ideia até para fazer amigos no hostel.

Infelizmente, eu aprendi isso da maneira mais difícil, quando me seguraram pelo braço numa rua escura no meio do Nepal. Os policiais e o dono da pousada onde eu estava ficaram chocados e disseram que isso nunca havia acontecido. Enfim, de fato aconteceu comigo e eu nunca mais andei sozinha a noite em minhas viagens.

Faça cópias dos seus principais documentos

Tenha a cópia de documentos como o passaporte ou qualquer tipo de identificação. Tenha versões digitais delas, caso você perca as cópias físicas as digitais irão lhe poupar bastante tempo.

Além disso, tenha foto de tudo de seus pertences que carrega na viagem e das notas fiscais, tudo em seu computador. Caso você perca algum ítem, será mais fácil para pedir de volta pelo seguro.

Saiba o número das emergências locais

Salve ou anote o número das emergências locais antes de partir para uma viagem. É claro que você não pretende usá-lo, mas é sempre importante estar preparado se você precisar.

Deixe seus amigos e familiares saberem onde você está

Tenha certeza que alguém (amiga, família ou outro viajante) saiba seu itinerário e quando estará em cada lugar. Tente não ficar incomunicável e sair dos planos por muito dia, principalmente se tem pais preocupados em casa. Se você mudar de planos – afinal viajar é não ter planos e estar aberto a novas experiências – não se esqueça de avisar alguém. Se estiver em um país com poucos pontos de internet livre, compre um cartão telefônico com internet, geralmente não custam caro e podem ser adquiridos até no aeroporto. Além de que, internet ainda pode lhe ajudar a fazer a reserva de uma acomodação e permite usar o Google Maps à vontade.

menina chutando água na praiaDe fato, viajar sozinha é maravilhoso. Te permite fazer suas próprias decisões, proporciona um crescimento pessoal e independência. Além disso, você fica mais atenta e não confia em uma amiga que está andando com você, que em alguns casos é mais desligada que você. Viajar sozinha ajuda a melhorar sua intuição e, geralmente, irá se sentir mais segura que em sua própria cidade.

O mesmo senso de atenção que usa em sua cidade terá que usar viajando. Não é uma ciência, porém estando atenta e seguindo as dicas que passei nesse post, você está preparada para viajar sozinha!


Kristin Addis é uma experiente em viagem sozinha. Ela inspira mulheres de todo o mundo a viajar de maneira autêntica e aventureira. Ela trabalhava em um banco de investimento quando vendeu tudo e deixou para trás a Califórnia em 2012. Kristin está viajando sozinha o mundo há 4 anos e já passou por todos os continentes. Não existe quase nada que ela ainda não tenha experimentado ou visitado. Se quiser ler mais sobre suas histórias ou ver suas fotos: Be My Travel Muse