Como viajar no tempo

Uma vez conheci um viajante chamado Charlie. Ele veio e me falou algo que nunca irei esquecer. Ele disse,

Brian, viajo porque isso faz minha vida parecer mais longa.

Sua declaração me deixou perplexo, então eu pedi a ele para me explicar melhor. Ele continuou,

Quando estiver para morrer na cama do hospital, quero olhar para trás na minha vida e ter todas aquelas lembranças marcantes na minha memória. Quero que elas sejam completas e diferentes a cada dia.

 

Eu comecei então a refletir sobre isso, pensando na minha infância. Quando criança, andava de ônibus por aproximadamente 200 dias no ano, por mais de 10 anos. Isso dá em mais de 2000 dias. Não me recordo da maioria deles. Eles simplesmente se misturam nas minhas lembranças.

Acontece que, também quando criança, uma vez por ano, eu viajava com a família. Posso me lembrar de cada uma dessas viagens. A primeira foi pra St Louis nos EUA. Era a primeira vez que estava em um avião. Minha irmã tinha mais ou menos 2 ou 3 anos. Ainda lembro dela sentadinha em sua cadeirinha de bebê.

Cada ano nós viajávamos.Dallas. Baltimore. Chicago. Seattle. Quando olho para trás pra minha vida e para as experiências que tive, lembro dessas viagens. Lembro de cada uma delas. Elas são experiências incríveis que compartilhei com as pessoas que amo.

Minha vida parece mais longa por causa desses momentos que tive.

Eu (na esquerda) com minha irmãzinha e minha mãe em uma de nossas diversas viagens em família, há muitos anos atrás.

Repetições não criam memórias. Novas experiências sim. Nossa percepção do tempo é direcionada por nossa percepção do que não é familiar, vívido e novo. É claro que o tempo parece desacelerar durante as experiências de vida mais perigosas.

Uma maneira mais segura de reduzir a velocidade do tempo é por meio de viagens.

Viajar é uma nova experiência que te transporta das suas rotinas diárias para poder criar memórias duradouras.

Na próxima folga ou férias, espero que você tenha a chance de passar tempo com as pessoas que você gosta. Se você puder, viaje com elas.

Tem uma frase antiga que diz que “a vida é uma jornada.” De fato, a vida é feita de várias jornadas. Quanto mais você tiver feito, mais longas e duradouras elas parecerão ser.


Esse artigo incrível foi traduzido do perfil pessoal do CEO do Airbnb, Brian Chesky no  Medium.